Nova Tradução na Linguagem de Hoje (NTLH)

segunda-feira, 25 de abril de 2011

Levítico 7 a 10 (dia 25)

LIVRO DE LEVÍTICO - CAPÍTULO 7

São estas as leis a respeito da oferta para tirar as culpas das pessoas. Essa oferta é muito sagrada.

* Neste sacrifício, o animal será morto no lado norte do altar, no lugar onde se matam os animais que são queimados; o sangue será borrifado nos quatro lados do altar.

* Toda a gordura do animal será queimada em sacrifício a Deus; serão queimados também o rabo, a gordura que cobre os miúdos, os dois rins, a gordura que os cobre e a melhor parte do fígado.

* O sacerdote queimará tudo isso no altar como oferta de alimento a Deus, o SENHOR.

Esta é a oferta para tirar as culpas, e todo homem que seja de uma família de sacerdotes poderá comer dela. Deverá ser comida num lugar sagrado, pois é uma oferta muito sagrada.



A lei da oferta para tirar pecados e da oferta para tirar culpas é a mesma: a carne do animal pertence ao sacerdote que oferece o sacrifício para conseguir o perdão de pecados.

* Antes de oferecer um animal que vai ser completamente queimado, o sacerdote tirará o couro, que será seu.

* Todas as ofertas de cereais assadas no forno, na frigideira ou na grelha são do sacerdote que as oferece a Deus. Mas toda oferta de cereais que não é cozida, seja ela preparada com azeite ou sem azeite, pertence a todos os sacerdotes; cada um receberá a sua parte.



São estas as leis para as ofertas de paz que são apresentadas a Deus, o SENHOR.

* Se o sacrifício é de gratidão a Deus, então, além do animal que é sacrificado, a pessoa oferecerá também pães feitos de farinha misturada com azeite, mas sem fermento; ou pães achatados, feitos sem fermento, passando-se um pouco de azeite por cima; ou pães grandes, feitos de farinha bem misturada com azeite.

* Além disso, com essa oferta de paz feita para agradecer a Deus, a pessoa oferecerá pão feito com fermento.

* Desses pães ela apresentará um pão de cada tipo como oferta especial a Deus, o SENHOR; e eles pertencerão ao sacerdote que borrifar o altar com o sangue do animal.

* Toda a carne do animal deverá ser comida no mesmo dia em que for oferecida em sacrifício; não poderá sobrar nada para o dia seguinte.

* Se alguém trouxer uma oferta de paz para pagar uma promessa ou se a trouxer por vontade própria, não será preciso que a carne seja toda comida no dia em que se faz a oferta; o que sobrar poderá ser comido no dia seguinte. Mas, se no terceiro dia ainda sobrar carne, então ela deverá ser queimada.

* Quem comer a carne dessa oferta no terceiro dia não será aceito por Deus, e a oferta que fez não vale. Essa carne é impura, e quem a comer merecerá castigo.

* Se a carne tocar em qualquer coisa impura, então deverá ser queimada; não poderá ser comida.

* Qualquer pessoa que estiver pura poderá comer a carne da oferta de paz; mas, se alguém que estiver impuro comer, então será expulso do meio do povo.

* E quem tocar em qualquer coisa impura, seja uma impureza humana ou um animal impuro, e depois comer a carne do sacrifício de paz, será expulso do meio do povo.



O SENHOR Deus mandou que Moisés dissesse ao povo o seguinte:

* Não comam gordura de gado, de carneiros e de cabritos.

* A gordura de um animal que tiver morte natural ou que for morto por animais selvagens não poderá ser comida, mas poderá ser usada para outros fins.

* Será expulsa do meio do povo qualquer pessoa que comer a gordura de um animal que for sacrificado a Deus, o SENHOR, como oferta de alimento.

* Em todos os lugares onde morarem, os israelitas estarão proibidos de comer o sangue de animais ou de aves. Quem comer sangue será expulso do meio do povo.



O SENHOR Deus mandou que Moisés desse ao povo as seguintes leis:

* Quando alguém apresentar o seu sacrifício de paz, deverá oferecer ao SENHOR parte do sacrifício como oferta especial.

* Com as próprias mãos ele dará a Deus essa oferta de alimento; o peito do animal e a gordura que cobre o peito serão apresentados ao SENHOR como oferta especial.

* O sacerdote queimará a gordura no altar, mas o peito pertencerá aos sacerdotes.

* A coxa direita do animal morto como oferta de paz será do sacerdote que oferece a Deus o sangue e a gordura do animal.

* O peito e a coxa do animal são uma oferta especial que o SENHOR toma dos israelitas e dá aos sacerdotes, que são descendentes de Arão. Eles terão direito para sempre a essas partes das ofertas de paz.

São essas as partes dos animais oferecidos em sacrifício a Deus, o SENHOR, que pertencem a Arão e aos seus descendentes, a partir do dia em que foram escolhidos para servirem como sacerdotes.

No dia em que o SENHOR os ordenou como sacerdotes, ele mandou que os israelitas dessem a eles essas partes dos sacrifícios. É uma lei que deverá ser obedecida para sempre por vocês e pelos seus descendentes.

São essas, portanto, as leis a respeito das ofertas que são completamente queimadas, das ofertas de cereais, das ofertas para tirar pecados, das ofertas para tirar culpas, das ofertas da ordenação dos sacerdotes e das ofertas de paz.

O SENHOR deu essas leis a Moisés no monte Sinai, no deserto, na ocasião em que Moisés mandou que o povo de Israel oferecesse os seus sacrifícios a Deus, o SENHOR.



LIVRO DE LEVÍTICO - CAPÍTULO 8

O SENHOR Deus disse a Moisés:
- Leve Arão e os filhos dele até a entrada da Tenda Sagrada. Pegue as roupas sacerdotais, o azeite de ungir, o touro novo da oferta para tirar pecados, dois carneiros e uma cesta cheia de pães feitos sem fermento. E mande que o povo todo se reúna em frente da Tenda.

Moisés fez o que o SENHOR mandou, e o povo todo se reuniu em frente da Tenda.

Aí Moisés lhes disse:
- Vou fazer agora o que o SENHOR mandou.

Moisés fez com que Arão e os seus filhos chegassem perto dele e mandou que se lavassem. Depois ele vestiu Arão com a túnica, prendeu-a com o cinto e por cima colocou a sobrepeliz. Em seguida pôs o manto sacerdotal em Arão e o prendeu em volta da cintura com o cinto. Colocou também o peitoral e nele pôs o Urim e o Tumim. Pôs também a mitra na cabeça de Arão e na parte da frente da mitra colocou a placa de ouro que era o sinal da ordenação de Arão como sacerdote. Tudo isso Moisés fez como o SENHOR havia mandado.

Em seguida, Moisés pegou o azeite sagrado, e ungiu a Tenda Sagrada e tudo o que havia lá dentro, e dessa maneira separou tudo para o serviço de Deus. Sete vezes ele borrifou o altar com o azeite, ungindo assim o altar e todos os seus objetos; ungiu também a pia e a sua base, para dedicá-las a Deus.

Depois Moisés derramou o azeite sagrado na cabeça de Arão e assim o ordenou como sacerdote. Em seguida fez com que os filhos de Arão chegassem perto dele. Moisés os vestiu com as túnicas, prendeu-as com os cintos e colocou as mitras na cabeça deles, conforme o SENHOR havia mandado.

Então Moisés pegou o bezerro da oferta para tirar pecados, e Arão e os seus filhos puseram as mãos na cabeça do animal. Moisés matou o bezerro, pegou uma parte do sangue e com o dedo pôs o sangue nas quatro pontas do altar. Assim, ele purificou o altar. Em seguida derramou o resto do sangue na base do altar. Dessa maneira Moisés dedicou e purificou o altar.

Depois ele pegou a gordura dos miúdos, a melhor parte do fígado, os rins com a gordura que os cobria e queimou tudo no altar. Levou o resto do animal, incluindo o couro, a carne e as tripas, e queimou tudo num lugar fora do acampamento, conforme o SENHOR havia mandado.

Depois Moisés pegou o carneiro que ia ser morto para a oferta queimada, e Arão e os seus filhos puseram as mãos na cabeça do animal. Moisés matou o carneiro e com o sangue borrifou os quatro lados do altar. Ele cortou o animal em pedaços, lavou os miúdos e as pernas traseiras e queimou a cabeça, a gordura e todo o resto do carneiro no altar, como o SENHOR havia mandado.

Essa oferta queimada, uma oferta de alimento para o SENHOR, produziu um cheiro agradável ao SENHOR.

Aí Moisés pegou o outro carneiro, o animal para a ordenação dos sacerdotes, e Arão e os seus filhos puseram as mãos na cabeça do carneiro. Moisés matou o animal e com o dedo pôs uma parte do sangue na ponta da orelha direita de Arão, no dedo polegar da mão direita e no dedão do pé direito.

Depois ele fez com que os filhos de Arão chegassem mais perto e pôs sangue na ponta da orelha direita deles, no dedo polegar da mão direita e no dedão do pé direito. Em seguida com o resto do sangue borrifou os quatro lados do altar.

Pegou a gordura, o rabo, a gordura que cobria os miúdos, a melhor parte do fígado, os dois rins com a gordura que os cobria e a coxa direita. Pegou também um pão da cesta cheia de pães sem fermento que tinham sido oferecidos a Deus, o SENHOR, um pão feito com azeite e um pão pequeno e colocou os três pães sobre a gordura e sobre a coxa direita.

Moisés pôs tudo isso nas mãos de Arão e dos seus filhos e apresentou como oferta especial ao SENHOR.

Depois pegou tudo isso das mãos deles e queimou no altar, em cima da oferta queimada, como uma oferta de ordenação ao sacerdócio. Foi uma oferta de alimento apresentada ao SENHOR e produziu um cheiro agradável a Deus.

Em seguida, Moisés pegou o peito do animal e o apresentou ao SENHOR como oferta especial. Moisés ficou com essa parte do carneiro, conforme o SENHOR havia mandado.

Moisés pegou uma parte do azeite sagrado e uma parte do sangue que estava no altar e os borrifou sobre Arão e a sua roupa e sobre os filhos de Arão e as suas roupas. Assim, ele dedicou ao serviço de Deus Arão e a sua roupa e os filhos de Arão e as suas roupas.

Moisés disse a Arão e aos seus filhos:
- Levem a carne até a entrada da Tenda Sagrada e ali cozinhem e comam a carne junto com o pão que está na cesta das ofertas feitas para a ordenação. Façam isso conforme as ordens que Deus mandou que eu desse a vocês. Queimem a carne e o pão que sobrarem. Fiquem sete dias ali em frente da Tenda, até se completarem os dias da ordenação ao sacerdócio. São sete dias ao todo. Fizemos hoje o que o SENHOR Deus mandou a fim de conseguir o perdão dos pecados de vocês. Fiquem sete dias e sete noites em frente da Tenda Sagrada. Obedeçam a tudo o que o SENHOR mandou a fim de que não morram. Foi isso o que Deus me mandou dizer.

Arão e os seus filhos fizeram tudo o que o SENHOR havia mandado por meio de Moisés.



LIVRO DE LEVÍTICO - CAPÍTULO 9

Passaram os sete dias da ordenação, e no dia seguinte Moisés chamou Arão e os seus filhos, e as autoridades do povo de Israel e disse a Arão:

- Pegue dois animais sem defeito, isto é, um bezerro para ser morto como oferta para tirar pecados e um carneiro para ser oferecido como um sacrifício que é completamente queimado, e apresente-os a Deus, o SENHOR. Depois mande o povo pegar os seguintes animais:

* um bode para ser sacrificado como oferta para tirar pecados;
* um bezerro e um carneirinho, os dois de um ano e sem defeito, para serem sacrificados como uma oferta que é completamente queimada;
* e também um touro e um carneiro para serem sacrificados como oferta de paz.

- Mande que eles sacrifiquem esses animais ao SENHOR, junto com a oferta de cereais misturada com azeite. Eles precisam fazer isso porque o SENHOR vai aparecer a eles hoje.

O povo trouxe até a entrada da Tenda Sagrada tudo o que Moisés havia mandado, e todos se reuniram ali na presença de Deus, o SENHOR.

Moisés disse:
- O SENHOR Deus mandou que vocês fizessem isso a fim de que a glória dele apareça a vocês.

Depois Moisés disse a Arão:
- Vá até o altar e ofereça o sacrifício para tirar pecados e o sacrifício que é completamente queimado, a fim de que Deus perdoe os seus pecados e os da sua família. Pois foi isso o que o SENHOR mandou fazer.

Arão chegou perto do altar e matou o bezerro como sacrifício para tirar o seu próprio pecado.

Os seus filhos levaram o sangue do animal para ele. Ele molhou o dedo no sangue, pôs nas quatro pontas do altar e derramou o resto do sangue na base do altar. Depois queimou no altar a gordura, os rins e a melhor parte do fígado, conforme o SENHOR havia ordenado a Moisés.

E num lugar fora do acampamento Arão queimou a carne e o couro do animal. Em seguida, Arão matou o carneiro para a oferta que ia ser completamente queimada. Os seus filhos lhe levaram o sangue do animal, e ele o borrifou nos quatro lados do altar.

Depois lhe entregaram a cabeça e as outras partes do animal, e ele as queimou no altar. Então lavou os miúdos e as pernas do carneiro e os queimou também, em cima do resto da oferta queimada.

Depois Arão apresentou as ofertas do povo.

* Pegou primeiro o bode do sacrifício para tirar o pecado do povo, matou-o e ofereceu a Deus, como tinha feito com a oferta para tirar o seu próprio pecado.

* Em seguida pegou o animal que ia ser morto para a oferta que é completamente queimada e o ofereceu a Deus, conforme mandava a lei.

* Apresentou a oferta de cereais, pegou um punhado de farinha e queimou no altar (Isso ele ofereceu além da oferta que era completamente queimada todas as manhãs.).

* Arão matou o touro e o carneiro a serem apresentados como a oferta de paz do povo.

* Os filhos lhe levaram o sangue, e ele o borrifou nos quatro lados do altar. Eles lhe levaram também a gordura dos dois animais, o rabo, a gordura que cobre os miúdos, os rins e a melhor parte dos fígados, e Arão colocou tudo isso em cima do peito dos animais e levou ao altar.

* Queimou a gordura no altar, mas o peito e as coxas direitas dos animais Arão apresentou a Deus, o SENHOR, como uma oferta especial reservada para os sacerdotes, conforme Moisés tinha mandado.

Depois que Arão ofereceu todos esses sacrifícios, ele estendeu as mãos sobre o povo, e o abençoou, e então desceu os degraus do altar.

Ele e Moisés entraram na Tenda Sagrada; quando saíram para abençoar o povo, a glória do SENHOR apareceu a todo o povo.

De repente, saiu fogo da presença de Deus, o SENHOR, e devorou a oferta queimada e a gordura que estavam no altar.

Ao verem isso, os israelitas deram gritos de alegria, ajoelharam-se e encostaram o rosto no chão.



LIVRO DE LEVÍTICO - CAPÍTULO 10

Nadabe e Abiú, filhos de Arão, pegaram cada um o seu queimador de incenso, colocaram incenso dentro, puseram fogo e apresentaram a Deus, o SENHOR, como oferta.


Mas não fizeram isso de acordo com as leis de Deus, e por isso ele não aceitou a oferta. De repente, saiu fogo da presença do SENHOR e os matou; e assim os dois morreram ali onde Deus estava.

E Moisés disse a Arão:
- Foi isso o que o SENHOR quis dizer quando disse: "Os que chegam perto de mim devem respeitar a minha santidade, e o meu povo deve me honrar."

Mas Arão não disse nada.

Então Moisés chamou Misael e Elzafã, filhos de Uziel, tio de Arão, e disse:
- Tirem o corpo dos seus dois parentes da frente da Tenda Sagrada e levem para fora do acampamento.

Eles foram, pegaram os corpos pelas túnicas com que estavam vestidos e os levaram para fora do acampamento, como Moisés tinha ordenado.

Depois Moisés disse a Arão e aos seus filhos Eleazar e Itamar:
- Todos os outros israelitas podem ficar de luto pelas mortes que o fogo do SENHOR causou. Mas vocês não deixem de pentear os cabelos, nem rasguem as suas roupas em sinal de luto. Se fizerem isso, vocês morrerão, e o SENHOR ficará irado com todo o povo. Não se afastem da entrada da Tenda Sagrada, para que não morram, pois vocês foram ordenados com o azeite sagrado de Deus, o SENHOR.

E os três fizeram o que Moisés mandou.

O SENHOR Deus disse a Arão:
- Nem você nem os seus filhos podem entrar na Tenda Sagrada depois de terem bebido vinho ou cerveja; se fizerem isso, morrerão. Todos os seus descendentes também deverão obedecer a essa lei. Vocês devem estar em condições de fazer diferença entre o que é e o que não é sagrado, e entre o que é impuro e o que é puro. E devem ensinar aos israelitas todas as leis que eu, o SENHOR, dei a eles por meio de Moisés.

E Moisés disse a Arão e a Eleazar e Itamar, os dois filhos de Arão que ainda estavam vivos:
- Peguem a farinha da oferta de cereais que sobrou das ofertas de alimento apresentadas a Deus, o SENHOR, e façam com ela pães sem fermento. E comam esses pães perto do altar, pois são uma coisa muito sagrada. Comam os pães num lugar sagrado, pois é a parte do alimento oferecido a Deus que pertence a vocês e aos seus filhos. Foi isso o que o SENHOR me ordenou. Vocês e as suas famílias têm o direito de comer o peito e a coxa que são apresentados ao SENHOR como oferta especial. Essa parte das ofertas de paz feitas pelos israelitas pertence a vocês e aos seus filhos. Comam isso num lugar puro. Os israelitas trarão para Deus como oferta especial a coxa e o peito do animal na hora em que a gordura for queimada como alimento oferecido ao SENHOR. Essas partes do animal pertencem a vocês e aos seus descendentes para sempre, conforme o SENHOR ordenou.

Depois Moisés perguntou onde estava o bode que seria sacrificado como oferta para tirar pecados e ficou sabendo que já tinha sido queimado.

Ele ficou muito zangado com Eleazar e Itamar e perguntou:
- Por que vocês não comeram num lugar sagrado a oferta feita para tirar pecados? É uma oferta muito sagrada, e o SENHOR a deu a vocês a fim de que a oferecessem na presença de Deus para conseguir o perdão dos pecados do povo. Já que o sangue do animal sacrificado não foi levado para dentro da Tenda Sagrada, ali é que vocês deveriam ter comido a oferta, conforme a ordem que eu dei.

Arão respondeu:
- O povo apresentou hoje a Deus, o SENHOR, a oferta para tirar pecados e as ofertas que são completamente queimadas, mas mesmo assim me aconteceram essas coisas terríveis. Portanto, se eu tivesse comido hoje a oferta para tirar pecados, será que o SENHOR teria gostado?

E Moisés ficou satisfeito com a resposta de Arão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário